Av. Gisele Constantino, 1850 | Edifício Iguatemi Business | Sala 410

Parque Bela Vista, Votorantim - SP, 18110-650

contato@dralaurenklas.com

Tel: (15) 3019- 7002  | WhatsApp: (15) 98111-0000

  • Facebook Dra Lauren Klas
  • Instagram Dra Lauren Klas

© 2019 por Noi Comunicação

Procedimentos Faciais Cirúrgicos

Conheça nossos procedimentos cirúrgicos faciais. Clique para saber mais:

 

BLEFAROPLASTIA

A cirurgia plástica das pálpebras corrige os excessos de pele,  as bolsas de gordura e a flacidez muscular do território palpebral, podendo, em certos casos, melhorar o aspecto funcional, com aumento do campo visual.

Na blefaroplastia superior, a cicatriz se posiciona ao longo de uma prega natural. Na blefaroplastia inferior, a cicatriz fica abaixo dos cílios, com ligeiro prolongamento lateral. As cicatrizes costumam se tornar inaparentes ao fim de seis a doze meses. As bolsas de gordura inferiores podem ser removidas por incisão interna (conjuntiva), quando não há necessidade de se retirar pele da pálpebra inferior. 

A intervenção é realizada em centro cirúrgico, com anestesia local, anestesia local com sedação ou anestesia geral. O tempo de permanência no hospital poderá variar de 8 horas nos casos de anestesia local a 24 horas nos casos de anestesia geral. 

 

A blefaroplastia traz rejuvenescimento à região orbital, com melhora do aspecto "cansado" do olhar. Porém é importante levar em consideração o fato de que isoladamente ele não proporciona rejuvenescimento geral à face.

 

A blefaroplastia não corrige a queda dos supercílios, o envelhecimento cutâneo, a ação dos músculos glabelares (entre as sobrancelhas) ou ainda a ação dos músculos orbiculares ("pés de galinha"). Nestes casos é comum se associar outros procedimentos como suspensão de supercílios, toxina botulínica (Botox®) ou lifting facial.

 

CERVICOPLASTIA

A cervicoplastia ou lifting cervical é uma das cirurgias propostas para o rejuvenescimento facial, capaz de realçar o contorno facial e suas proeminências ósseas, características marcantes das faces jovens.  

 

Dentre as indicações para a cervicoplastia temos a perda da definição do contorno e do ângulo mandibular, as bandas platismais (pregas musculares verticais), a flacidez de pele e o excesso de gordura na região do pescoço e do submento. 

 

Este procedimento cirúrgico promove o reposicionamento dos músculos da região cervical e a remoção do excesso de pele e gordura da região inferior da face e do pescoço. 

A região cervical é tratada através de incisão que se estende desde a região pré-auricular até a raiz do cabelo retroauricular, algumas vezes associada à incisão no submento. 

O Lifting cervical é realizado em centro cirúrgico sob  anestesia geral. O período de permanência no hospital após a cirurgia é de 24 horas.

 

DESCUBRA QUAL O PROCEDIMENTO IDEAL PARA VOCÊ!

MENTOPLASTIA

Mentoplastia é a correção cirúrgica da posição do mento em relação à face. A mentoplastia mais comum é aquela que visa corrigir o retroposicionamento do mento, através da inclusão de um implante. 

O implante mais frequentemente utilizado é o de silicone. O silicone é um material biologicamente seguro e exaustivamente testado na medicina. 

A finalidade principal desta cirurgia é melhorar o equilíbrio facial do paciente no perfil, e para tal muitas vezes é associada à Rinoplastia.

A mentoplastia é realizada em centro cirúrgico, sob anestesia geral. O tempo de permanência no hospital é de aproximadamente 24 horas.  

A cicatriz não fica aparente pois se posiciona no sulco gengival. Geralmente o paciente refere pouca dor no pós operatório e o edema costuma regredir em algumas semanas.

 

OTOPLASTIA

As orelhas em abano ocorrem em 5% da população e se caracterizam pelo aumento da angulação da orelha em relação à cabeça. Esta condição é notada ao nascimento e se torna pronunciada na infância, trazendo problemas psicológicos e comportamentais.

Nos recém nascidos é possível a correção das orelhas em abano com moldes específicos. Porém esta abordagem só é eficaz se iniciada na primeira semana de vida. A correção cirúrgica é indicada na fase pré-escolar, entre 5 e 7 anos, quando as orelhas possuem 95% do seu tamanho final.

A otoplastia é realizada em centro cirúrgico, sob anestesia geral em crianças, ou anestesia local com sedação em adultos. O tempo de permanência no hospital poderá variar de 8 horas nos casos de anestesia local a 24 horas nos casos de anestesia geral.  

 

A cicatriz não fica aparente pois se posiciona no sulco que se encontra atrás das orelhas. Geralmente o paciente refere pouca dor no pós operatório. 

 

 

A recidiva das orelhas em abano é muito baixa quando a cirurgia e os cuidados pós-operatórios são bem conduzidos. 

 

RINOPLASTIA

A rinoplastia visa melhorar a forma e o tamanho do nariz. O objetivo final é proporcionar um nariz natural e harmônico com as características faciais de cada indivíduo. 

Em pacientes que possuem queixa respiratória, a rinoplastia estética pode ser associada a correções funcionais como a correção do desvio de septo nasal ou da hipertrofia de cornetos.

O tratamento cirúrgico deve ser individualizado e avaliado segunda a necessidade de tratamento do dorso nasal (giba), da ponta e das asas nasais.

A incisão é realizada na base da columela, sendo a cicatriz residual pouco visível. Quando há necessidade de redução das asas nasais, as incisões são feitas nas laterais de cada narina.

A cirurgia é realizada em centro cirúrgico, sob anestesia geral, e o tempo de internação é de 24 horas.

O edema nasal demora até 1 ano para regredir totalmente, e apesar de os resultados já serem evidentes nos primeiros dias, o resultado definitivo não pode ser considerado antes de 6 meses de pós-operatório.

 

RITIDOPLASTIA

A ritidoplastia visa corrigir a flacidez de pele da face e atenuar sinais do envelhecimento facial. Esta cirurgia não visa corrigir rugas estáticas ou dinâmicas, que poderão ser melhor tratadas com o uso da toxina botulínica, peeling e laser.

O envelhecimento facial está associado à alteração na qualidade e quantidade de pele, à redistribuição e atrofia do tecido gorduroso da face, o descenso geral das estruturas faciais decorrentes da gravidade e da ação da musculatura facial, e ao remodelamento ósseo. 

O terço superior da face, região frontal e periorbitária, é tratado por via endoscópica. Este tratamento visa o reposicionamento dos supercílios, através de pequenas incisões no couro cabeludo. Quando necessário, podemos associar a blefaroplastia.

O tratamento do terço médio visa atenuar o sulco nasolabial ("bigode chinês") e melhorar o contorno mandibular ("buldogue"). Esta região é tratada com o reposicionamento dos tecidos da face através de incisão que se estende desde a região pré-auricular até a raiz do cabelo retroauricular.

A região cervical é tratada pelas mesma incisão do terço médio, algumas vezes associada à incisão no submento. Este tratamento corrige o excesso de pele e gordura, assim como a flacidez muscular da região cervical. 

A cirurgia é realizada em centro cirúrgico, sob anestesia geral, e o tempo de internação pode variar entre 24 e 48 horas de acordo com a necessidade de cada caso.

 

SUSPENSÃO DE SUPERCÍLIOS 

O envelhecimento facial, além de outras alterações, se caracteriza pela queda da porção lateral dos supercílios. Esta alteração transmite uma aparência de olhar cansado e triste, e pode ocasionar um falso excesso de pele nas pálpebras superiores.

 

Muitas vezes, a realização de uma blefaroplastia isoladamente não é suficiente para se obter um efeito completo no rejuvenescimento do olhar. A relação entre os supercílios e as pálpebras são determinantes para a aparência da região orbital.

 

A suspensão dos supercílios pode ser realizada por via endoscópica, e visa o reposicionamento dos supercílios através de pequenas incisões no couro cabeludo. Quando necessário, podemos remover parcialmente os músculos entre as sobrancelhas. 

A cirurgia é realizada em centro cirúrgico, sob anestesia local com sedação ou geral. O tempo de internação pode variar entre 24 e 48 horas de acordo com a necessidade de cada caso.